• Dapes Investimentos

O impacto dos bancos digitais: entenda o que são e como funcionam


Com o avanço da tecnologia, o setor bancário também vem passando por uma grande ruptura digital, com depósitos online, aplicativos móveis e pagamentos de contas eletrônicas se tornando cada vez mais comum.


O “banco digital", por exemplo, surgiu a partir de demandas cada vez maiores dos consumidores que buscam maneiras mais fáceis e eficientes de acessar registros bancários e concluir transações financeiras fora das agências físicas.


Segundo a Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2021, O ritmo de abertura de contas e relacionamento com clientes pelos meios digitais continua em plena ascensão.


As contas abertas nos canais digitais tiveram um crescimento de 90%, foram 7,6 milhões em 2020 e 4,0 milhões em 2019. Enquanto as contas abertas nos canais físicos tiveram um crescimento de 52%, 8,8 milhões em 2020 e 5,8 milhões em 2019.


O aumento da demanda do consumidor por serviços bancários digitais deu origem a vários avanços tecnológicos dentro das instituições financeiras.


Continue a leitura e entenda mais sobre o que são e como funcionam os bancos digitais e o impacto que eles vêm causando no mercado financeiro.


Boa leitura!


O que são bancos digitais?


Os bancos digitais surgiram a partir de Fintechs, ou seja, startups do mundo das finanças que usam a tecnologia como a base do seu negócio para proporcionar mais simplicidade e agilidade para os clientes em processos financeiros comuns.


Como o próprio nome já diz, banco digital é um banco que oferece 100% do seu serviço de forma digital. Desde o processo de abertura de conta até o investimento do seu dinheiro.


São instituições financeiras autorizadas pelo banco central a funcionar e oferecer serviços bancários de forma eletrônica.


De modo geral, um banco digital é um banco como qualquer outro, mas que não possui agência física. Como por exemplo o Nubank e o Banco Inter.


Quais serviços são oferecidos?


Os serviços oferecidos pelos bancos digitais variam de acordo com cada instituição. Dependendo também da carteira que cada banco possui (comercial, investimentos, múltiplo).


No entanto, os serviços são bem parecidos com os serviços ofertados por bancos tradicionais. Como por exemplo: cartão de crédito, cheque especial, cartão de débito, conta corrente pessoa física e jurídica, empréstimos e etc.


Banco digital x banco tradicional?


A revolução tecnológica levou à ruptura do sistema bancário tradicional e ao surgimento de novas instituições financeiras que oferecem produtos e serviços bancários digitalizados.


Cada um deles tem seu próprio modelo de negócio e se enquadram em regulamentações diferentes, mas no final das contas todos oferecem serviços financeiros. O que os diferencia é a ausência ou presença de agências físicas, a posse de licença bancária e os produtos e serviços que oferecem.


Bancos digitais x bancos digitalizados


Na maioria das vezes, os termos banco digital e banco on-line são usados ​​de forma errada. No entanto, existe uma linha tênue entre o significado dos termos.


Apesar de muitos bancos tradicionais oferecerem meios para os clientes realizarem algumas operações online, como app e internet banking, isso não os torna bancos digitais – mas bancos digitalizados.


O banco digitalizado lida com itens essenciais do dia a dia, como verificação de saldos, revisão de transações e transferência de fundos. Esta é a operação principal do banco, que é mudada para a presença online com a ajuda do app.


Bancos digitais são aqueles que nasceram online e concentram toda sua operação virtualmente.


Quais as vantagens e desvantagens dos bancos digitais?


Vantagens


- Costumam cobrar menos tarifas;

- Facilidade na abertura de contas;

- Menos burocracia nos serviços;

- Proteção do FGC;

- A concentração de serviços, funcionalidades e suporte pelo app;

- A contratação de novos produtos sem o contato presencial; e

- A abertura de conta sem sair de casa.


Desvantagens


- Dependência da internet;

- Limitações para saque; e

- Não possuem agências físicas.


Os bancos digitais são seguros?


Os bancos digitais são fiscalizados e atendem às mesmas normas dos bancos tradicionais.


Além disso, possuem políticas de segurança cibernética exigidas pelo Conselho Monetário Nacional.


Ou seja, de modo geral, os bancos digitais são tão seguros quanto os bancos tradicionais.


Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre as atualizações do mercado financeiro? Compartilhe e acompanhe esses e outros temas deste universo através das redes da Dapes Investimentos.


TAGS: #bancos #bancosdigitais #bancosonline #neobanks #fintechs


FONTES:


1. Bancos digitais provocam grande revolução

Fonte: (https://diariodocomercio.com.br/negocios/bancos-digitais-provocam-grande-revolucao)


2. Como o banco digital transforma o mercado financeiro

Fonte: (https://www.creditas.com/exponencial/banco-digital/)


3. O que são bancos digitais?

Fonte: (https://www.youtube.com/watch?v=bYdEPsqxyOM)

4. Conheça o avanço dos bancos digitais e saiba como você pode se beneficiar

Fonte: (https://open.spotify.com/episode/4skIJ70wkbI6zAuK2AzCwK?si=LJG4fubgQIWz28-ARxnBdQ&dl_branch=1&nd=1)


5. Bancos digitais com Nath Finanças

Fonte: (https://open.spotify.com/episode/25fPpcsshhB55YcRB08KwF?si=qkcmLvAPR6aDd-3lYY8ZMw&dl_branch=1&nd=1)


6. Banco digital: o que são e em que diferem do banco tradicional

Fonte: (https://br.mobiletransaction.org/banco-digital-o-que-e/)


7. Qual é a importância da transformação digital em bancos?

Fonte: (https://www.docusign.com.br/blog/qual-e-importancia-da-transformacao-digital-em-banco)


8. O que é um Banco Digital? Qual a diferença para um banco tradicional?

Fonte: (https://blog.nubank.com.br/banco-digital-o-que-e/)


8 visualizações0 comentário