• Dapes Investimentos

Entendendo os Títulos Públicos e porque eles são um dos investimentos mais populares do mercado


Se você já pesquisou alguma coisa sobre investimentos e mercado financeiro, com certeza já se deparou com o termo Títulos Públicos. Neste artigo vamos explicar o que eles são, como funcionam e quais as vantagens que tornam essa modalidade interessante para os seus investimentos.


Primeiro ponto: títulos públicos são investimentos de renda fixa, ou seja, você já fica sabendo qual será o seu rendimento no ato da compra do ativo. São, também, investimentos de renda fixa os CDBs, LCI, LCA, dentre outros, e como todos eles os títulos públicos contam com as seguintes características:

  • A emissão tem o objetivo de captar recursos.

  • Condições de remuneração e prazos pré-estabelecidos.

  • Você receberá o dinheiro aplicado somado à rentabilidade acumulada na data de vencimento do título.

Vantagens de investir em Títulos Públicos:

  • Investimento seguro e garantido pelo Governo, afinal são eles que sustentam os pilares da economia.

  • Opções variadas para diversos objetivos e prazos.

  • Rentabilidade melhor do que a poupança.

  • Custo baixo. Existem investimentos a partir de R$30,00.

Se você considera aplicar seu dinheiro em títulos públicos, é preciso ficar atento a duas siglas da economia que irão te ajudar a entender a rentabilidade da renda fixa:

  • IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo): representa a inflação oficial do país. Você obtém ganho quando o rendimento do seu título é maior do que ela.

  • Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia): A famosa Taxa Selic é a taxa de juros básica da economia brasileira que rege o crédito e a inflação. Seu impacto nos juros da renda fixa é direto já que, na prática, representa quanto o Governo Federal pagará pela dívida dele.

Agora vamos entender quais são os tipos de Títulos Públicos disponíveis no mercado.

  • Títulos prefixados

Neste formato você sabe exatamente quanto irá ganhar no vencimento e, dentro dos títulos prefixados, há dois tipos.

  • Tesouro prefixado: a rentabilidade é uma taxa fixa e o pagamento é feito de uma vez na data do vencimento.

  • Tesouro prefixado com juros semestrais: também tem juros fixos, mas o pagamento é feito a cada seis meses.

  • Títulos pós-fixados:

A rentabilidade acompanha um índice variável, podendo ser a Taxa Selic ou o IPCA (inflação). No caso dos títulos que acompanham o IPCA, há uma taxa adicional estabelecida na aplicação.

  • Tesouro Selic

Seu rendimento segue a Taxa Selic e pode ser resgatado sempre que precisar sem perder a taxa acumulada no período, por isso é um dos mais procurados pelos investidores. É um ótimo investimento para quem quer migrar da poupança para uma aplicação mais rentável, fazer um fundo de emergência ou que irá usar o dinheiro em curto prazo.

  • Tesouro IPCA+ com juros semestrais

Este paga seguindo a taxa da inflação e mais uma taxa prefixada adicional. Por isso, a rentabilidade sempre será maior do que a inflação, esteja ela subindo ou caindo, o juro prefixado garante a rentabilidade real.


O segredo para o seu dinheiro render mais é buscar, dentro dessas possibilidades, o título público que seja mais adequado ao seu perfil e objetivo, e claro, que o rendimento pague, pelo menos, a inflação.


A inflação influencia diretamente no nosso poder de compra. Assim, o produto que você comprou ano passado por R$ 100,00 já não estará mais custando isso hoje. Um título público IPCA, por exemplo, lhe protege contra o aumento da inflação porque ele mantém o seu poder de compra.


Agora que você já sabe como funcionam os Títulos Públicos, fale com seu assessor de investimentos da Dapes para te ajudar a montar a melhor estratégia para você obter ainda mais rendimentos.


#investimentos #titulospublicos #rendafixa #tutilosprefixados #ipca #selic

8 visualizações0 comentário