• Dapes Investimentos

Debêntures: saiba como investir em empresas que você admira sem assumir o risco das ações.

Atualizado: 16 de ago. de 2021

Com certeza você já ouviu falar em compras de ações de empresas como forma de

investimento no mercado financeiro. Mas será que você já ouviu falar em debêntures?

Basicamente, debêntures são uma forma de você emprestar o seu dinheiro a uma

empresa em troca de juros. Uma empresa que emite debêntures está, em geral, buscando

captar recursos para algum grande investimento, como construir uma nova fábrica, expandir

as operações ou investir em uma nova tecnologia.


Ao comprar uma debênture dessa empresa, você se tornará uma espécie de

“credor” dela, e receberá juros por este empréstimo. Ao final do prazo de vencimento, ou

durante a vigência da debênture, a empresa deve lhe retornar o valor investido que será

somado aos juros que foram gerados ao longo dos anos.


Assim como as ações, as debêntures também são consideradas como títulos

emitidos por uma empresa. Uma das principais diferenças entre estes dois formatos de

investimento, no entanto, é que as debêntures representam a dívida de uma empresa e as

ações são parte do capital de uma companhia.


Se você gostaria de investir em uma empresa, mas não deseja se aventurar no

mercado de ações, nós apresentamos três das principais vantagens da debênture e

explicamos porque ela é pode ser considerada uma boa opção para seu investimento.


1. Debêntures são mais estáveis do que as ações


Debêntures são investimentos de renda fixa. As regras sobre prazos e remuneração

da debênture são estabelecidas no momento que a empresa emite o título. Se você for

investir em uma debênture, por exemplo, ficará sabendo desde o início por quanto tempo

seu dinheiro precisará ficar aplicado e também o quanto de juros receberá até lá. Isso não

acontece com as ações, já que elas se classificam como um investimento de renda variável,

ou seja, os dividendos vão depender do lucro gerado pela companhia. Nas debêntures a

empresa é obrigada a honrar com seus compromissos junto aos debenturistas. Por isso, as

debêntures se mostram mais estáveis do que as ações.


2. Debêntures podem ser mais rentáveis


Em tempos de juros baixos, como agora, investir em debêntures pode ser uma

opção mais rentável do que outros títulos de renda fixa, como o Tesouro Direto, por

exemplo. É necessário se certificar disso verificando o indexador do papel, ou seja, se de

fato ele tem uma remuneração maior do que a inflação e a Taxa Selic.


3. Bom investimento para diversificar a carteira


Todo bom investidor sabe o quão importante é ter uma carteira de investimentos

diversificada. As debêntures podem ser um ótimo formato de diversificação para servirem

de proteção contra a instabilidade de outros investimentos de renda variável.


Agora, na hora de escolher em qual empresa você irá investir com as debêntures,

priorize empresas estáveis e sólidas. Assim, suas chances de ser bem sucedido no seu

investimento são maiores. Se a empresa quebrar durante o processo, ela não terá como

pagar os juros anuais da debênture que você investiu e nem terá como devolver o valor

investido por você ao final do prazo de vencimento da debênture. É importante analisar os

riscos de crédito e liquidez das debêntures que você vai comprar, além de verificar se há

garantias.


E por falar em rentabilidade, as debêntures podem te oferecer três formatos de

rendimento:


- Pós-fixado: o rendimento é atrelado a alguma variante do mercado financeiro, como

taxa Selic ou CDI. Como estes índices variam com o tempo, o retorno só é

conhecido no momento do resgate da aplicação


- Prefixado: o rendimento é fixo e conhecido no ato da compra. Ele pode ser de 6,0%

a.a., por exemplo, e aí você já saberá o quanto o seu dinheiro vai render até a data

do vencimento.


- Híbrido: a rentabilidade une uma taxa fixa a um indicador do mercado, como o IGP-

M, o IPCA ou o CDI. Este tipo de rendimento costuma ser muito atrativo já que tem

uma possibilidade de ganho real por conta da taxa fixa sobre o indicador, que pode

ser, por exemplo, 3,65% + IPCA.


Atualmente, existem vários tipos de debêntures no Brasil e para saber mais sobre

você pode contar com os assessores da Dapes que irão te ajudar a encontrar a debênture

ideal para a sua carteira.


#debentures #dapesinvestimentos #investimentosfinanceiros #riscosdasaçoes #posfixado #prefixado #hibrido


Fontes:

https://blog.rico.com.vc/tudo-sobre-debentures

https://www.infomoney.com.br/guias/debentures/

https://www.btgpactualdigital.com/blog/investimentos/debenture-o-que-e-como-funciona-

vantagens-e-como-investir

13 visualizações0 comentário